Plenário aprova federalização da rodovia Transarrozeira, em Roraima Fonte: Agência Senado

por admin_transpoquip

O Plenário aprovou nesta terça-feira (18) o Projeto de Lei (PL) 2.129/2019, que federaliza um trecho rodoviário de 128,8 quilômetros de extensão em Roraima. O trecho, atualmente sob a denominação de RR-319, será incluído no Plano Nacional de Viação (Lei 5.917, de 1973). A proposição segue para sanção presidencial.

A rodovia liga as BRs 174 e 433, que passam por áreas indígenas da região norte de Roraima. Conhecida como Transarrozeira, a autopista tem grande relevância para a economia da área, pois, além de ser o principal meio para o escoamento de produção agropecuária, dá acesso à maioria das comunidades indígenas do município de Normandia (RR).

O projeto é do deputado Edio Lopes (PR-RR). De acordo com Lopes, o transporte de equipamentos e suprimentos para quase todas as comunidades indígenas da região é feito pela rodovia.

O senador Telmário Mota (Pros-RR), que relatou o projeto na Comissão de Infraestrutura (CI), disse considerar a federalização importante para a população de Roraima, especialmente a da região atendida pela rodovia. Para ele, a mudança pode promover desenvolvimento econômico regional, ampliando o potencial agropecuário e garantindo o atendimento das comunidades indígenas.

— Eu quero agradecer pelo projeto que acabou de ser aprovado. A RR-319 tem 128 km e interliga três municípios de Roraima: Boa Vista, Normandia e Uiramutã. Ela vai beneficiar todas as comunidades indígenas dessa área. É uma rodovia de escoamento de produção, onde há uma balsa, e nós precisamos construir uma ponte ai. Passando a ser BR, isso será facilitado com possibilidade de recursos federais — explicou Telmário.

Fonte: Agência Senado

Você pode gostar

Deixar um comentário