A TranspoQuip Latin America 2018, maior evento de Infraestrutura de Transportes em toda a América Latina, mostrou que o setor no Brasil se mantém otimista e atento às inovações. Sucesso absoluto de realização, a Transpoquip reuniu 51 marcas expositoras, 2.530 visitantes e representantes de 16 países e 24 estados brasileiros, em um espaço de 4.270 m² de exposição.
A edição deste ano foi marcada pela parceria entre a BMComm Real Alliance, realizadora da feira, e as entidades Associação Brasileira dos Departamentos de Estrada de Rodagem – ABDER, que promoveu, simultaneamente o 20º ENACOR – Encontro Nacional de Conservação Rodoviária, com presença de autoridades do setor (veja abaixo) e a ABPv – Associação Brasileira de Pavimentação que realizou também simultaneamente o 21º. RPU.
“Comemoramos a 10ª edição da TranspoQuip com muito sucesso para o setor de Infraestrutura de Transportes. A parceria com a ABDER para a realização do 20º ENACOR, agregou ainda mais valor ao evento e mostrou sua importância para temas como sinalização e segurança viária, construção e conservação, Parking e Mobilidade Urbana“, ressalta Fernando Merida, show manager da feira, que revelou ainda que a TranspoQuip, atenta às necessidades do mercado, tomou uma decisão muito importante: passa a ser realizada a cada dois anos. “Deve, neste intervalo, compreender melhor as necessidades e desafios regionais do Brasil, apresentando temas relevantes e sempre em parceria com as principais entidades de classe do setor.”
Uma série de palestras de importantes associações e autoridades em transportes ocorreu no Palco de Inovações, nos dias 12 e 13 de setembro. Entre os temas abordados, segurança viária, sinalização, segurança, tendências de mobilidade e engenharia de tráfego, entre outros.
Um dos destaques do palco, Marcos Penino, secretário municipal das Prefeituras Regionais de São Paulo, falou sobre as metas e desafios do programa Asfalto Novo e as ações de zeladoria urbana promovidas pela prefeitura de São Paulo. O programa conta com mais de 250 quilômetros de vias pavimentadas e pretende expandir esse número até 2020.

O Palco Inovações contou também com uma apresentação dos 4 melhores trabalhos técnicos da 21ª Reunião de Pavimentação Urbana. As apresentações foram realizadas por Tairone Albuquerque, Luiz Miguel Gutierrez, Karina Y. Suzuki e Rafael Henrique Belfort dos Santos.
Ao todo, foram ministradas 14 palestras que trouxeram novos conceitos e soluções eficazes para o setor de Infraestrutura de Transportes. “É uma satisfação para a cidade de São Paulo receber essa exposição. Em nome do nosso prefeito Bruno Covas, nós agradecemos muito o privilégio de ter esse evento, poder atualizar um pouquinho nossa tecnologia e diminuir a distância que temos em vários pontos”, exaltou o secretário de Prefeituras Regionais, Marcos Penido.

Projeto Rodovias do Futuro
Com o objetivo de orientar de maneira ainda mais precisa o tomador de decisão, aTranspoQuip promoveu o projeto Rodovias do Futuro, uma simulação que mostrou, em tempo real e em funcionamento, as mais inovadoras soluções para o setor de infraestrutura de transportes e mobilidade urbana. O projeto possibilitou a interação e o intercâmbio de conhecimentos, a apresentação de cases e projetos ligados a gestões operacionais eficientes e tecnologias avançadas que possam trazer mais segurança, respeito ao meio ambiente e conforto ao usuário e, paralelamente, o melhor custo benefício aos engenheiros e operadores de tráfego.

20º ENACOR
Realizado pela primeira vez no Estado de São Paulo e em parceria inédita com a BMComm Real Alliance, o 20º ENACOR contou com a presença do secretário executivo do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Herbert Drummond, representando o ministro Valter Casimiro Silveira na abertura do evento. O especialista apresentou a Palestra Magna com o tema “Desafios e Desenvolvimento do Transporte Multimodal no Brasil”.
O encontro teve ainda as palestras “Os desafios na construção e operação da Rodovia Imigrantes”, pelo engenheiro Sidney Vilar Rodrigues Filho, da Ecovias; “Governo como plataforma – O desafio para o futuro governo do Brasil”, com HalpherLuiggi Mônico Rosa, diretor-executivo do DNIT; “Demandas nacionais na área de trânsito e que poderão ter o apoio dos órgãos rodoviários de infraestrutura”, com Mauricio José Alves Pereira, presidente do Contran e diretor do Denatran; “Viabilidade técnico e econômica de pavimentos rígidos”, com Marcilio Augusto Neves, da Votorantim Cimentos/Marcilio Engenharia; “Prevenção de acidentes e ações de segurança no transporte rodoviário de produtos perigosos”, com o engenheiro Marco Antônio José Lainha, do DER-SP; e “Segurança de trânsito no Brasil, com David Duarte Lima, da UnB, entre outras.

Ambiente de negócios: expositores satisfeitos
Veja as opiniões de expositores da TranspoQuip 2018:
“A feira teve um público extremamente qualificado e seleto de formadores de opinião da área. Superou nossas expectativas. Recebemos bastante gente no nosso estande com objetivo de fazer negócios, conhecer nossos produtos. A organização também foi muito boa. Foi uma evento que fez a diferença para a Softplan, neste ano de 2018, para nossa vertical de atuação de transportes e infraestrutura rodoviária. Gostamos muito. Tivemos conversas de alto nível, palestras excelentes e o estande foi muito visitado.”, afirma Vanessa Aguiar, gerente de Marketing Softplan – Unidade de Gestão Pública. A empresa participou de todas as edições da Enacor e, neste ano, foi a primeira vez que participou da TranspoQuip.
“A TranspoQuip 2018 superou positivamente todas as expectativas. Num ano de economia difícil para o Brasil, conseguiu reunir importantes pessoas do mercado de infraestrutura, tanto da área privada quanto pública. Parabéns a toda organização”, diz Jorge Eduardo Tannuri, diretor da World Center.
“Não é a primeira vez que a 3M participa e neste ano fomos motivados, além da TranspoQuip, pelo evento ENACOR. Quando pensamos no projeto, pensamos muito além de expor e colocar vitrine. Trouxemos a nossa iniciativa: a 3Mobiliza – no trânsito o que importa é a vida, com a roupagem do estande. Pensamos na experiência do visitante para ele vir e aprender.”, frisa Vanessa Mendes, especialista em comunicação e marca da 3M, responsável pelo projeto da participação na feira em 2018.
“Ficamos satisfeitos em perceber que o cliente gostou de vir, que encantamos, que expomos, trocamos cartões e fizemos network. É importante abrilhantar o evento, fazer com que as pessoas que vieram este ano tenham vontade de voltar.”
“Em relação ao ano passado, a visitação foi bem maior, mais pessoas técnicas, pela realização também do ENACOR. A expectativa no mercado ainda não é das melhores, mas estamos investindo e esperamos melhora para o próximo ano. O evento superou o ano passado e foi muito bom pra nós”, comemorou Sandro Rubim, da Marvitec.
“Considerando o cenário atual, o evento atendeu. Lançamos produtos, equipamentos e serviços novos e conseguimos atingir as expectativas. O fato de termos o ENACOR ajudou.”, afirma Frederico Dias, da AveryDennison.

A TranspoQuip foi bem avaliada por quem expôs, palestrou ou visitou.
“Foi um evento bem organizado, bem mostrado e reconhecido no meio de infraestrutura no Brasil e até na própria América Latina”, enaltece Júlio Henrique, gerente geral e coordenador de geoprocessamento da Valec, que palestrou no evento.
“A TranspoQuip é um local muito interessante, no qual você tem a oportunidade de fazer um networking”, afirma Osvaldo Tuchumantel Júnior da empresa Betunel
“Eu sempre participei da feira, acho bacana porque encontro o pessoal do ramo em que trabalho, que é sinalização. Praticamente abri as portas da feira, porque eu gosto muito. Trabalho há 20 anos em sinalização, então acho bem legal a gente pegar as novidades do mercado”, diz Ângelo Bacanoli, coordenador de Logística.

Confira as fotos do evento Aqui!