Fabricante mundial aposta na feira como forma de divulgar seus produtos e reforçar sua presença na América Latina.

A Avery Dennison, fabricante de soluções refletivas presente em todo mundo, exporá seus produtos e detalhará toda a tecnologia envolvida em seus processos de produção em seu estande na TranspoQuip 2018, o maior evento do setor em toda a América Latina, que será realizado nos dias 12 e 13 de setembro no Transamerica Expo Center, na Capital paulista. A empresa apresentará novidades em tachas refletivas e ainda trará sua equipe técnica e comercial visando fortalecer ainda mais sua presença na América Latina e buscando novas parcerias.

Segundo Fabiano Correa Olimpio, gerente de vendas da Avery DennisonBrazil, a TranspoQuip permitirá um ambiente perfeito para manter contato com todos os clientes no país e ainda ampliará os negócios no setor. Confira a seguir entrevista: 

TranspoQuip 2018 – Como será a participação da Avery Dennison na TranspoQuip 2018?

Fabiano Correa OlimpioNeste ano, estaremos com um estande na feira para exposição dos nossos produtos e soluções refletivas, atendimento aos nossos clientes e parceiros, divulgação do nosso trabalho no mercado da América Latina, com toda nossa equipe técnica e comercial para atendimento, tirando dúvidas e fazendo apresentações.

TranspoQuip 2018 -Qual é a importância de uma feira como a TranspoQuip para o desenvolvimento da área de atuação da Avery Dennison? E como ela pode contribuir para a geração de negócios no setor? 

Fabiano Correa OlimpioÉ uma grande satisfação para a Avery Dennison voltar a participar deste que é o evento mais importante do segmento de segurança viária do Brasil. Através da feira podemos consolidar nossa marca e difundir a importância da sinalização viária para atingir mais segurança no trânsito e rodovias. O ambiente criado pela feira nos permite estar em contato com clientes de todo o Brasil e fomentar os negócios no setor.

TranspoQuip 2018 – O país tem mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, mas apenas 1,8 milhão de quilômetros de estradas, segundo dados da ABPv (Associação Brasileira de Pavimentação), e tem previsão de investimentos em infraestrutura de cerca de R$ 30 bilhões somente para este ano, ou seja, há um potencial enorme de crescimento desta área. A Avery Dennison está investindo em novos produtos e frentes de trabalho para este mercado tão promissor?

Fabiano Correa Olimpio–  Sim, nós da Avery Dennison acreditamos muito no potencial de crescimento e desenvolvimento de infraestrutura do Brasil e investimos constantemente em novas tecnologias, contratação de novos colaboradores, intercâmbio de boas práticas e ações sociais com nossa comunidade.

TranspoQuip 2018 – Pela sua própria história, a Avery Dennison sempre busca soluções inovadoras. A empresa trará novidades para a TranspoQuip 2018?

Fabiano Correa OlimpioAlém do nosso portfólio completo de Soluções Refletivas, iremos apresentar a nova geração de tachas refletivas, películas prismáticas para frotas veiculares e o sistema de impressão digital CM6Spot.

TranspoQuip 2018 – A TranspoQuip terá no Palco Inovações a presença de executivos e especialistas em diversas áreas, sobretudo nas de sinalização e segurança viária. Um dos maiores desafios do país é a redução dos acidentes. Quais as novas tecnologias disponíveis hoje para uma condução mais segura e como a Avery Dennison está utilizando estas inovações nos produtos que oferece? 

Fabiano Correa Olimpio– Aqui na Avery Dennison temos como foco principal a segurança dos motoristas e usuários das vias e nossos produtos não são apenas fáceis de usar: eles são confiáveis, duráveis e respaldados por especialistas experientes da indústria.

As tecnologias hoje utilizadas trabalham e focam na visão e olhar dos usuários e motoristas, gerando produtos com melhor acuidade visual, atendendo principalmente àqueles com maiores necessidades e nos pontos mais críticos.

TranspoQuip 2018 –  Como a sinalização melhor e mais eficiente pode auxiliar governos e gestores de estradas e rodovias nas campanhas para redução de acidentes?

Fabiano Correa OlimpioPara uma sinalização ser eficiente ela precisa, antes de tudo, ter qualidade, procedência e cumprir as normas vigentes. Mas de nada adianta termos materiais de última geração e projetos de engenharia bem executados, se não tivermos motoristas e usuários conscientes.